ÔĽŅ
A R√°dio Equipe Cadastre-se Promo√ß√Ķes Blogs Contato
Banner
Ol√°, usu√°rio
 
 

Ouça Ao Vivo


Twitter
   
 
 
@Guaruja_AM_1550
[+ Siga-nos no Twitter]
 
 
 
 
 
Mural
xx
geovaneide carmo de gusmao
...
[+ Deixe seu Recado]
 
 

Qual o programa que você mais gosta de ouvir?


Show da Manh√£
Assunto do Dia
Tarde total
R√°dio Mulher
Radar Esportivo
 




Publicidade
Banner



 
    • A R√°dio


    •  

            Em meados de 1945, Guaruj√° havia conquistado sua autonomia administrativa de Santos a pouco mais de dez anos, mas seus prefeitos eram nomeados pelo Governador do Estado.

            O fim da Segunda Guerra Mundial colocou o Estado Novo de Get√ļlio Vargas em xeque, e uma onda democratizante varreu o pa√≠s.

            Nessa √©poca, o comando da cidade passou por diversas m√£os, Paulo Figueiras J√ļnior passou o governo para Eduardo Boaventura, no ano seguinte, 1946, foi a vez de Renata Crespi da Silva Prado ser nomeada como Prefeita. Nesse mesmo ano, o Presidente da Rep√ļblica, Eurico Dutra proibiu as atividades dos cassinos no pa√≠s, desmotivando totalmente a Prefeita a manter-se no cargo, uma vez que, em sua opini√£o, Guaruj√° n√£o seria vi√°vel economicamente sem os empregos e os visitantes advindos dos jogos. Sucederam-se, ainda em 1946, no comando da cidade, Alexandre Martins, Gaspar Mena Falc√£o, Herm√≠nio Amado e Jos√© da Costa e Silva.

           √Čpoca de grande instabilidade pol√≠tica em Guaruj√°, onde lideran√ßas locais come√ßavam a articular a emancipa√ß√£o pol√≠tica da cidade, ou seja, eleger seu prefeito e uma C√Ęmara de Vereadores. Pessoas como Domingos de Souza, Roberto e At√≠lio Gelsomini, Raphael Vitielo, L√≠dio Martins Corr√™a, Jayme Daige, Aur√©lio S√≥rio entre outros passaram a defender a id√©ia da realiza√ß√£o de elei√ß√Ķes.

          Na minha opini√£o pessoal, Jayme Daige foi o melhor prefeito do Guaruj√° o homem que mais construiu na cidade e at√© hoje ningu√©m conseguiu super√°-lo. Jayme Daige administrava assim: _ Na rua ele era o cidad√£o Jayme Daige dentro da prefeitura era o prefeito Jayme Daige. Este senhor me colocou no ceio da nata paulistana e no ceio da nata Guarujaense. Foi o prefeito que mais colaborou com a R√°dio Guaruj√° Paulista, o conheci num come√ßo de uma administra√ß√£o. Conheci Breno de Toledo Leite (interventor), conheci o governador Abreu Sodr√© (seu carrasco) bem como conheci Laudo Natal. Por interm√©dio de Jayme Daige conheci o dono do Banco Ita√ļ Olavo Set√ļbal, o dono do Bradesco, D¬™ Maria Maluf (estive na cozinha da casa dela) ao lado de Jayme Daige, conheci Paulo Maluf governador de S√£o Paulo, Ministro Delfin Neto que esteve no lan√ßamento da campanha Jayme Daige prefeito, Rampazo vice Prefeito, uma honra para mim participar como vice na chapa de Jayme Daige. Na d√©cada de 70 Jayme Daige atrav√©s de Erminio Amado isentou a R√°dio Guaruj√° Paulista do imposto IPTU, pass√°vamos por dificuldades financeiras, e essa isen√ß√£o muito contribuiu  na vida da R√°dio Guaruj√°. Jayme Daige estava no rol dos primeiros na funda√ß√£o da R√°dio Guaruj√° . Domingos Cravo cedeu o terreno onde hoje estamos e Jayme Daige com certeza teve participa√ß√£o nesta doa√ß√£o porque tamb√©m era amigo da fam√≠lia Cravo e at√© hoje 07 de Junho de 2011, estamos l√° na Rua A, hoje Rua Jos√© Vaz Porto, 175. Transmiti grandes eventos da administra√ß√£o Jayme Daige, como por exemplo, em palanque em Vicente de Carvalho com a presen√ßa de Paulo Maluf. ele doava escrituras aos moradores do Pae Cara. Pediu ao Paulo Maluf 40 milh√Ķes para a constru√ß√£o do t√ļnel e Maluf engenheiro experiente disse que 40 eram pouco e concedeu ao Guaruj√° 70 milh√Ķes naquela √©poca. O t√ļnel foi feito e as maiores obras que ainda temos muitas delas funcionando precariamente como √© o caso da Primeiro de Maio e tantas outras, por isso o admiro e respeito como Prefeito desta cidade e cidad√£o ainda em vida. Construiu o est√°dio municipal que eu batizava com o nome de Daij√£o. Mauri enciumado n√£o aceitou o nome de Daij√£o. Maurici deixou as obras gradiosas de Jayme Daige se acabarem, maquin√°rios modernos a maioria fora de uso e assim foi. Minhas homenagens ao grande Prefeito e ao Grande Cidad√£o ainda em vida Rampazo testemunha ocular dessa hist√≥ria.

           Jos√© Amadeu Ramos Junior fez a ponte, a liga√ß√£o entre Jayme Daige e eu. Ramos foi um dos antigos funcion√°rios que colaboraram levando a torre nas costas, onde estamos at√© hoje. √Č um dos antigos funcion√°rios que trabalharam na R√°dio Guaruja Paulista. Ele conhece bem a historia da R√°dio bem como Manoel Domingos Cravo, Domingos de Souza, entre outros.

          Mas, para se firmar como cidade efetivamente emancipada, era essencial possuir um ve√≠culo √°gil de informa√ß√£o e presta√ß√£o de servi√ßo √† comunidade, foi cogitada ent√£o a id√©ia de existir uma emissora de r√°dio em Guaruj√°.

           O propriet√°rio da R√°dio Record de S√£o Paulo, Paulo Machado de Carvalho, tinha o h√°bito vir √† Guaruj√° para seu veraneio. Aproveitando a presen√ßa desse empreendedor do setor da comunica√ß√£o, formou-se um grupo liderado por Domingos de Souza, e propuseram a funda√ß√£o da R√°dio Guaruj√° Paulista, sob o seu comando. Aceito o convite, foi providenciado o registro junto √° JUCESP ¬Ė Junta Comercial do Estado de S√£o Paulo.

           Resolvida a quest√£o administrativa, constatou-se outro problema: o local de instala√ß√£o da r√°dio. Um integrante do grupo, Manoel Domingos Cravo, possu√≠a toda a √°rea onde fica localizado o bairro hoje denominado Santa Rosa, e cedeu uma pequena por√ß√£o, onde foram consolidados o transmissor e antena.

           A R√°dio Guaruj√° Paulista iniciou-se suas transmiss√Ķes na cidade em 22 de Janeiro de 1949, em um est√ļdio localizado na Rua Cavalheiro Nami Jafet, s/n¬ļ, com seu transmissor localizado no S√≠tio do Cravo, local tamb√©m chamado, a √©poca de Caieiras, ou o Bairro Santa Rosa, nos dias atuais.

          O Senhor Nacin Mussa Gaze (Viola) nos seus oitenta anos de idade (2011) esteve na inaugura√ß√£o da R√°dio Guaruj√°, conhecia Manoel Domingos Cravo, Paulo Machado de Carvalho e teve la√ßos de parentesco com Domingos de Souza. Confirma que a √°rea que foi doada a R√°dio Guaruj√° conforme descrevemos em 1945/1946 era realmente de Manoel Domingos Cravo.

          Ao se tornar fundador da Guaruj√° Ve√≠culos com seus irm√£os tornou-se forte anunciante da emissora. Hoje com a construtora permanece atrav√©s de seus filhos (F√°bio, Nacin e Eduardo). Ele diz que a R√°dio Guaruj√° ficou bom tempo funcionando, s√≥ ganhando notoriedade com a vinda de Orivaldo Rampazo, hoje j√° com os filhos prontos para substitu√≠-lo. 

          Sua licen√ßa foi concedida pela Municipalidade em 06 de Junho de 1957.

           O loteamento do terreno no Bairro Santa Rosa foi aprovado e institu√≠do quase 13 anos depois da instala√ß√£o dos transmissores da r√°dio. Antes disso, o local era desabitado, n√£o possu√≠a infra-estrutura. Era composto por pequenos s√≠tios e charcos.

           Mesmo assim, a emissora se estabeleceu, apesar das dificuldades impostas pela lama e pela falta de urbaniza√ß√£o nos arredores. Construiu sua estrutura, zelando por toda a √°rea que ocupava, promovendo aterro em locais alagadi√ßos, carpindo o mato, trazendo assim motiva√ß√£o a outros pioneiros, desenvolvendo a ocupa√ß√£o e alavancando o progresso para aquela regi√£o.

          Quando ocorreu o loteamento daquela regi√£o, Manoel Domingos Cravo j√° havia doado a propriedade do terreno onde estavam os transmissores √† Municipalidade, mesmo havendo entendimento anterior, quando da institui√ß√£o da r√°dio, que se tratava de √°rea de responsabilidade da Prefeitura, faltava √† defini√ß√£o da titularidade do terreno, essencial para inclu√≠-lo no loteamento e trazer a urbaniza√ß√£o ao seu redor.

          Desde que recebeu o terreno entrou na posse do mesmo e se mantendo nele at√© hoje, por ser um servi√ßo de utilidades publicas e isentos de impostos municipais e estaduais.

          Para ser reconhecida nacionalmente est√° inscrita no Minist√©rio da Fazenda, tem CNJP e recolhe apenas Tributos Federais, para evitar venda de notas fiscais a interessados em burlar o governo. Com essa medida o governo federal evitou preju√≠zos fiscais de qualquer esp√©cie. O governo da uni√£o unifica as emissoras de r√°dio com desconto em suas declara√ß√Ķes de renda quando a publicidade for obrigat√≥ria. Exemplo; Propaganda Pol√≠tica obrigat√≥ria e outras. As emissoras t√™m compromisso a servir de √≥rg√£o que sejam de utilidades publicas: ecologia, cat√°strofes, etc. Emissoras n√£o t√™m cor pol√≠tica, religiosa ou ra√ßa. Seus propriet√°rios t√™m livre escolha.

          A R√°dio Guaruj√° Paulista Ltda n√£o √© partid√°ria, por√©m obedece e atende autoridade federal, estadual e municipal independentemente de cor partid√°ria serve a na√ß√£o e a p√°tria, √© a favor de liberdade de imprensa e express√£o. A R√°dio Guaruj√° Paulista Ltda √© uma emissora da fam√≠lia e do Brasil. Divulgamos, mas n√£o fazemos apologia √† desgra√ßa do ser humano, a emissora passou por in√ļmeras press√Ķes pol√≠tica local bem como votos de louvor. Por√©m, √© uma concess√£o federal. O governo municipal n√£o pode tomar medida que contrarie o governo da uni√£o. O Minist√©rio das Comunica√ß√Ķes onde estamos subordinados tem ainda a palavra final que deve ser da presid√™ncia da republica.

          O Presidente Luiz In√°cio Lula da Silva j√° se p√≥s favor√°vel a um pedido da R√°dio Guaruj√° Paulista Ltda a mensagem 476 de 18 de Setembro de 2003. A partir de sua emiss√£o foi atendida prontamente pela Secretaria da C√Ęmara Federal e Comiss√£o de Ci√™ncia e Tecnologia da C√Ęmara dos Deputados. Tal pedido foi feito por Orivaldo Rampazo acompanhado pela Deputada Telma de Souza junto ao Ministro Miro Teixeira. Telma de Souza deixou a c√Ęmara foi substitu√≠da por Mari√Ęngela Duarte que deu seq√ľ√™ncia a interse√ß√£o dela.

          A Prefeita Maria Antonieta de Britto tem nos proporcionado firmeza e estabilidade, sendo isso rec√≠proco pela R√°dio Guaruj√° Paulista Ltda at√© hoje 28 de Junho 2011. A R√°dio Guaruj√° Paulista Ltda AM ainda n√£o tem seu site exclusivo, isso est√° no site da Guaruj√° FM. Confira! 

          Em 18 de Fevereiro de 1969 as Emissoras Coligadas de Ulysses Newton Ferreira, transferia Orivaldo Rampazo para a gerencia da R√°dio Guaruj√° Paulista; Rampazo chegou com a esposa Maria da Concei√ß√£o Rovani Rampazo e 04 filhos, Elaine Simone, Tuc√° Junior, Andrea e Evandro (01 ano de idade). Em 1974 a R√°dio lhe fora vendida tornando-se dono e o Prefeito Domingos de Souza participava com 1% das a√ß√Ķes (Invent√°rio de Domingos de Souza ficaram Amaury de Souza e sua irm√£ Silvinha).

          Em 1969 foi constru√≠do um im√≥vel em alvenaria, para abrigar os est√ļdios. Recebido o Habite-se, foi cobrado o Imposto Predial e Territorial Urbano ¬Ė IPTU com o n¬ļ 20185003000. Dada √† relevante a√ß√£o de informa√ß√£o e presta√ß√£o de servi√ßo a comunidade, Herm√≠nio Amado ex ¬Ė Prefeito e funcion√°rio de carreira da Prefeitura, encontrou amparo legal e suspendeu a cobran√ßa.

         Em 1976, o ent√£o Prefeito Raphael Vitielo concedeu aquela √°rea √† R√°dio Guaruj√° Paulista, atrav√©s da Escritura P√ļblica de Direito Real de Uso de √°rea Municipal, pela Lei n¬ļ 1.303/76, de 05/11/1976. 

          Nessa ocasi√£o ocorreu a transfer√™ncia dos seus est√ļdios de Pitangueiras para o Bairro Santa Rosa, devidamente loteado e com endere√ßo: Rua Jos√© Vaz Porto, n√ļmero 175.

          A concess√£o da AM, que opera em 1550 KHZ, engloba v√°rias faixas: Ondas M√©dias e Ondas Tropicais. Em Tropicais 5.045 KHZ e 3.235 KHZ. √Č a √ļnica r√°dio da Baixa Santista que transmite tamb√©m em Ondas Tropicais. A programa√ß√£o nessas frequ√™ncias √© a mesma da OM.

         Desde ent√£o desenvolve sua programa√ß√£o a atividades nesse local, possuindo autoriza√ß√£o para uso de local p√ļblico, sendo a √ļnica emissora do munic√≠pio que possui a licen√ßa para exercer a radiodifus√£o na comarca de Guaruj√°. Acompanhou momentos hist√≥ricos do munic√≠pio ¬Ė pol√≠ticos, sociais, esportivos, e possui al√©m de valor comercial, um valor inestim√°vel para a popula√ß√£o.

         A R√°dio Guaruj√° Paulista tem instala√ß√Ķes comerciais tamb√©m em Santos, onde opera em freq√ľ√™ncia modulada (FM). As opera√ß√Ķes do FM come√ßaram em meados da d√©cada de 1970, com est√ļdios instalados na Pra√ßa da Rep√ļblica, no Centro de Santos, foi √† primeira concess√£o de Santos, em 101,7 MHZ. Antes da Lei das Telecomunica√ß√Ķes, de 1997, a legisla√ß√£o determinava que a cada 100 mil habitantes, uma cidade ganhava o direito a ter uma concess√£o de FM (j√° em Ondas M√©dias, o pr√© requisito populacional era menor). Portanto, Santos √© a sede da FM.

         No final do ano de 1987 houve um acordo entre um grupo de empres√°rios de Osasco, que possu√≠am a freq√ľ√™ncia de 104,5 MHZ, e a Dire√ß√£o da R√°dio Guaruj√°, que transmitia em 101,7MHZ. Com a troca das frequ√™ncias entre as r√°dios, ambas puderam aumentar bastante suas pot√™ncias em suas novas frequ√™ncias, e mais: a R√°dio Guaruj√° ficaria no dia mais pr√≥xima das outras r√°dios com quem disputava audi√™ncia: Tribuna (105,5MHZ) e Cultura (106,7 MHZ). Por sua vez, a emissora de Osasco ficaria mais perto, no dia dos receptores de r√°dios, das emissoras tradicionais de S√£o Paulo, como a Jovem Pan (100,9) e a Transam√©rica (100,1).

          A troca da freq√ľ√™ncia surtiu efeito desejado, pois ap√≥s um √°rduo trabalho de consolida√ß√£o da nova posi√ß√£o no dial, a R√°dio Guaruj√° FM √©, aferido pelo IBOPE, desde 1996, a primeira colocada em audi√™ncia em toda a Baixada Santista.  

          No per√≠odo de 10 de Dezembro de 1999 a 2006 houve uma parceria com a Rede Paulus Sat.

          Em 01 de Julho de 2007 √† 30 de Junho de 2008, a r√°dio AM operou como R√°dio Globo Baixada Santista, mas a parceria logo se desfez.

          Em 2007, a R√°dio Guaruj√° Paulista AM voltou a operar com seu nome tradicional e em 01 de Julho de 2008 firmou uma nova parceria com a Rede Jovem Pan Sat, oferecendo assim esporte e jornalismo de abrang√™ncia nacional e internacional, mas preservando e incentivando a programa√ß√£o local e regional.

          Em 2010 os resultados da retomada de um nome tradicional da R√°dio Guaruj√° Paulista, de enorme credibilidade no jornalismo local e regional, com presta√ß√£o de servi√ßo e entretenimento saud√°vel culminaram com o reconhecimento do p√ļblico e refletiram na avalia√ß√£o de audi√™ncia do IBOPE. A R√°dio Guaruj√° Paulista AM atingiu o lideran√ßa da audi√™ncia. Em programas tradicionais como o jornalismo Rotativa no Ar, os n√ļmeros s√£o impressionantes. Nesse hor√°rio, aproximadamente 40% dos r√°dios ligados em toda a Baixada Santista est√£o na R√°dio Guaruj√° AM. Isso √© quase tr√™s vezes o percentual do segundo colocado no hor√°rio.  

           Existe ainda uma outra R√°dio Guaruj√°, em Florian√≥polis, fundada em 1942 e transmitindo em 1420kHZ. A escolha do nome √© curiosa; na √©poca, os moradores da cidade s√≥ conseguiam captar as transmiss√Ķes de duas R√°dios, a R√°dio Nacional, do Rio de Janeiro, e da R√°dio atl√Ęntica, de Santos. Na Atl√Ęntica, eram habituais os elogios √†s Praias do Guaruj√°, al√©m dos coment√°rios sobre a eleg√Ęncia e opul√™ncia dos seus frequentadores. Assim, em Florian√≥polis, √† √©poca, Guaruj√° se tornou sin√īnimo de coisa chique. O nome da moda batizou a emissora catarinense e de referencial de como o Brasil via e v√™ Guaruj√°.

          A Guaruj√° de Florian√≥polis, segundo seu hist√≥rico tinha novelas inspiradas nas emissoras do Rio de Janeiro, enquanto que a Guaruj√° Paulista tamb√©m tinha novelas vindas da R√°dio S√£o Paulo cabe√ßa de rede das Emissoras Coligadas nossa matriz √† √©poca.

          Em 2003 a R√°dio Guaruj√° Paulista adquiriu suas Ondas Curtas de 60 e 90 metros (5045 KHZ e 3235 KHZ) das Emissoras Coligadas de Ulisses Newton Ferreira Junior.

          A R√°dio Guaruj√° Paulista tamb√©m est√° presente na Internet, possibilitando que sua programa√ß√£o seja apreciada em qualquer lugar do mundo. Irradiando em diversas frequ√™ncias, leva o nome da cidade √† diversas localidades, expandindo o seu rol de ouvintes e admiradores, cultivados ao longo de mais de 65 anos de hist√≥ria.

        

         Documentos Originais com o Sr. Orivaldo Rampazo. Verificados pela consultora jur√≠dica Dr. Niqueli Nicomedes C. da Silva e o historiador Professor Luiz Paulo Neves Nunes a pedido de M√īnica Damasceno ¬Ė Secretaria de Cultura de Guaruj√° a Orivaldo Rampazo.

 
   
Adicione aos Favoritos
Feeds
Cadastrar Newsletters
 

Institucional

A rádio
Locutores
Publicidade
Contato

Radio Guaruja AM

Ouça ao vivo
Programação
Mural de Recados
Contato

Inicial

Promoções
Cadastre-se
Siga no Twitter
Contato
Streaming para rádio - Cross Host
Streaming para rádio - Cross Host
Copyright © Todos dos Direitos Reservados à Cross Host

Esta p√°gina foi criada em 1.558 segundos.