16 de abril de 2018 às 21:54

Defesa falha de novo, e Palmeiras cede empate ao Botafogo em estreia

O Palmeiras viveu um filme repetido na estreia no Campeonato Brasileiro, nesta sexta-feira (16), contra o Botafogo, no estádio Nilton Santos. Assim como no jogo contra o Boca Juniors na semana passada pela Libertadores, o time viu a defesa falhar e cedeu

O Palmeiras viveu um filme repetido na estreia no Campeonato Brasileiro, nesta sexta-feira (16), contra o Botafogo, no estádio Nilton Santos. Assim como no jogo contra o Boca Juniors na semana passada pela Libertadores, o time viu a defesa falhar e cedeu um empate por 1 a 1 nos minutos finais do segundo tempo.

A equipe alviverde havia saído na frente com o venezuelano Guerra, que substituiu o apagado Lucas Lima no intervalo. Mas já aos 36 minutos da segunda etapa, Felipe Melo e Thiago Martins vacilaram em bola alçada na área e deixaram a jogada livre para Igor Rabello empatar o jogo.

O Palmeiras pega na segunda rodada o Internacional, no próximo domingo (22), no Allianz Parque. Já o Botafogo entra em campo na segunda-feira (23), fora de casa, contra o Sport.

Thiago Ribeiro/AGIF

Mais>

De novo, um vacilo defensivo palmeirense custou a vitória. Felipe Melo e Thiago Martins vacilaram em disputas aéreas, viraram as costas para a bola e deixaram o lance limpo para Igor Rabello, que estufou as redes de Jailson enquanto a zaga alviverde só assistiu. Foi uma das pouquíssimas chances criadas pelo Botafogo no segundo tempo.

Thiago Ribeiro/AGIF

Nem>

As melhores chances do Botafogo nasceram de falhas palmeirenses na saída de bola. Por duas vezes no primeiro tempo, o time paulista cedeu a posse em locais perigosos após erros de passe, e os alvinegros chegaram com perigo para finalizar. No chute mais perigoso, Rodrigo Lindoso bateu para fora.

Sem seu artilheiro Borja, que foi desfalque por dores no joelho, o Palmeiras novamente apostou em Willian como camisa 9. Fora de sua posição preferida, o atacante teve chances de marcar, mas parou em duas ótimas intervenções de Gatito Fernández. Primeiro, o goleiro defendeu uma cabeçada no contrapé; depois, mostrou reflexo para bloquear uma virada à queima-roupa. Sem balançar a rede, Willian deu lugar a Deyverson na segunda etapa.

Vítor Silva/SSPress/Botafogo

No>

Presente ao estádio ao lado do coordenador Edu Gaspar, o técnico da seleção brasileira Tite viu uma partida que deixou a desejar tecnicamente. O empate por 1 a 1 teve poucas jogadas trabalhadas e gols que nasceram de vacilos das defesas.

Botafogo 1 x 1 Palmeiras

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 16/04/2018
Horário: 20h (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)

Gols: Guerra, aos 8 minutos, e Igor Rabello, aos 36 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: Marcinho (Botafogo); Diogo Barbosa, Marcos Rocha, Felipe Melo e Dudu (Palmeiras)

Botafogo: Gatito Fernández; Marcinho, Joel Carli, Igor Rabello e Gilson; Rodrigo Lindoso, Matheus Fernandes (Kieza) e Gustavo Bochecha (Marcos Vinícius); Leandro Carvalho (Rodrigo Pimpão), Brenner e Leo Valencia. Técnico: Alberto Valentim

Palmeiras: Jailson; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Thiago Martins e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique (Moisés) e Lucas Lima (Guerra); Dudu, Willian (Deyverson) e Keno. Técnico: Roger Machado

Fonte: UOL

comentários

| Rádio Guarujá AM 1550 kHz'); }
Estúdio Ao Vivo