17 de maio de 2018 às 04:00

Em vantagem, Santos escala mistão com atletas quase titulares e esquecidos

O Santos busca nesta quinta-feira (17), às 19h15 (de Brasília), diante do Luverdense-MT, no estádio Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso, confirmar a sua classificação para as quartas de final da Copa do Brasil apostando em uma tática ous

Crédito:Demián Estévez/EFE

Demián Estévez/EFE

Atacante Arthur Gomes é um dos jogadores que ganhará oportunidade nesta quinta-feira

O Santos busca nesta quinta-feira (17), às 19h15 (de Brasília), diante do Luverdense-MT, no estádio Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso, confirmar a sua classificação para as quartas de final da Copa do Brasil apostando em uma tática ousada para a definição do confronto.

Com a vaga encaminhada após a goleada por 5 a 1 no primeiro confronto, na Vila Belmiro, o técnico Jair Ventura optou por poupar ao menos seis titulares e aproveitar o confronto para distribuir oportunidades. Entre os titulares, o zagueiro David Braz, os laterais Victor Ferraz e Dodô, o volante Alison, além dos atacantes Rodrygo e Gabriel Barbosa sequer viajaram.

A decisão do treinador de escalar um "mistão" é acompanhada pela aposta de observar o desempenho de jogadores que lutam por titularidade e também por um possível resgate nomes pouco aproveitados no elenco.

"A rapaziada vinha de uma sequência grande de jogos. O professor preferiu poupar, mas temos um elenco forte. É importante para os jogadores que não vinham tendo uma sequência, que podem mostrar que ajudam quando precisar", explicou o meia Jean Mota, um dos titulares não poupados ao lado do goleiro Vanderlei, do zagueiro Lucas Veríssimo, do meia Vitor Bueno e do atacante Eduardo Sasha.

O zagueiro Gustavo Henrique e o lateral direito Daniel Guedes utilizam o confronto para provar a Jair que podem barrar os atuais titulares de suas posições David Braz e Victor Ferraz.

O defensor ressurgiu, após período de lesões e com raras oportunidades, marcando um dos gols na vitória no primeiro confronto, diante do próprio Luverdense. Na ocasião, foi o responsável pelo segundo gol santista, que virou o confronto e teve atuação elogiada.

Guedes, por sua vez, tem um cenário diferente. Principal garçom do Santos no início de temporada, busca recuperar a condição de titular, mais uma vez com Victor Ferraz.

"Eu quero jogar sempre, sem clichê. Sempre dou minha opinião sincera. Fiquei bastante tempo fora, mas vou admitir que estou muito cansado. Jogo na quinta, quase sem dormir por causa da adrenalina. Dormimos muito mal, estou muito quebrado, a viagem é longa. É até difícil opinar. Quero jogar, mas talvez não seja o melhor para mim", disse Ferraz, pouco antes da viagem.

A partida ainda deve dar novas chances a nomes como o do volante Yuri. O jogador chegou a ser titular com os técnicos Dorival Júnior e Levir Culpi, mas perdeu espaço no clube devido a uma fratura no pé direito, vendo o surgimento de outras opções para o setor. Será a primeira chance como titular.

Yuri tenta cavar espaço, principalmente, porque o meio de campo é o setor mais questionado e que mais rodou jogadores. Somente Alison, até então, tem vaga assegurada.

A ideia de resgatar jogadores pouco utilizados deve seguir com uma nova chance a Copete, jogador que Jair afirmou publicamente ter trabalhado nos bastidores para utilizar novamente. O colombiano ainda não se firmou, mas passou a receber oportunidades e deve ser titular ao lado de Eduardo Sasha e Arthur Gomes.

Jair ainda estuda a possibilidade de escalar outros nomes menos utilizados como o do meio-campista argentino Emiliano Vecchio e o lateral esquerdo Caju. Se não jogar, Jean Mota deve voltar a ser improvisado na posição.

O treinador optou por poupar parte de seus jogadores devido a desgastante viagem para decidir o confronto. A equipe teria pouco tempo para se recuperar para o clássico contra o São Paulo, no domingo, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro.

O trajeto até o palco da partida é considerado o principal "vilão". Os jogadores enfrentaram mais de duas horas de voo até Cuiabá e mais uma longa viagem de ônibus até Lucas do Rio Verde, a aproximadamente 340 km de distância.

Outra motivação partiu, também, da boa resposta dada pelos jogadores que entraram no primeiro confronto. O treinador estava pressionado e realizou cinco alterações decisivas, três delas na equipe titular. Ao fim, chamou o resultado de "vitória mental" pelos questionamentos e pressão sofrida nos dias que antecederam o jogo.

Além da ousadia de mexer em peças na equipe titular, o treinador também foi elogiado por suas alterações dentro do jogo. Das três modificações, o atacante Yuri Alberto e o volante Yuri tiveram participações efetivas para a consolidação do resultado.

A escalação de um "mistão", no entanto, também já surtiu resposta negativa nesta temporada. Na última rodada de classificação do Paulista, a equipe perdeu por 3 a 1, na Vila Belmiro, em atuação muito criticada.

Para a partida, o Santos também não contará com o atacante Bruno Henrique e o volante Guilherme Nunes, em recuperação de lesões musculares, além do experiente volante Renato, com uma lesão na panturrilha.

FICHA TÉCNICA
Luverdense-MT x Santos

Data: 17 de maio de 2018, quinta-feira
Local: Estádio Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde (MT)
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa e Daniel do Espirito Santo Parro (ambos do RJ)

Luverdense: Diogo Silva; Itaqui, Kaique, André Ribeiro e Paulinho; Diogo Sodré, Moisés e Elton; Lucas Braga, Rafael Silva e Paulo Renê. Técnico: Luizinho Vieira

Santos: Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Jean Mota; Yuri, Léo Cittadini (Vecchio) e Vitor Bueno; Arthur Gomes, Eduardo Sasha e Copete (Yuri Alberto). Técnico: Jair Ventura

Fonte: UOL

comentários

| Rádio Guarujá AM 1550 kHz'); }
Estúdio Ao Vivo