13 de junho de 2018 às 11:50

Garoto realiza sonho e ganha braços robóticos de supervilão da Marvel

Se você conheceu o Doutor Octopus, vilão clássico do Homem-Aranha, na sua infância, deve ter passado por um momento pela sua cabeça: até que seria legal ter braços extras para ajudar sua vida. Pois um garoto conseguiu realizar esse sonho graças a um jovem

Crédito:Reprodução/YouTube whaamfx

Reprodução/YouTube whaamfx

Se você conheceu o Doutor Octopus, vilão clássico do Homem-Aranha, na sua infância, deve ter passado por um momento pela sua cabeça: até que seria legal ter braços extras para ajudar sua vida. Pois um garoto conseguiu realizar esse sonho graças a um jovem milionário da era do bitcoin.

Aristou Meehan tem 10 anos e sobre de problemas de hipermobilidade. O pequeno fã de super-heróis recebeu a ajuda de Erik Finman, que começou a investir seu dinheiro em criptomoedas quando tinha 12 anos com US$ 1.000 de presente de sua avó. Quando Finman começou, em meados de 2011, um único bitcoin custava cerca de US$ 10 --portanto, comprou 100 bitcoins. 

VEJA TAMBÉM:

Com 15 anos, o jovem alemão vendeu cerca de US$ 100 mil em bitcoin e iniciou um negócio online chamado Botangle, focada em educação. Vendeu a empresa, ficando ainda mais rico. Hoje, aos 19, Finman tem cerca de US$ 1,5 milhão em bitcoins.

Reprodução/YouTube whaamfx

Apesar>

O garoto é filho de um amigo de Finman, e ao saber do fascínio dele por super-heróis e robótica, usou parte de sua grana para criar um protótipo funcional de mochila com versões similares aos braços mecânicos do supervilão Doutor Octopus.

Reprodução/YouTube whaamfx

O>

Reprodução/YouTube whaamfx

De>

"Estou dedicando cada centavo que tenho para trabalhar em um novo projeto de educação", disse Finman para o site "The Next Web". De fato, ele recentemente comprou de volta sua antiga empresa de educação, a Botangle. "Mas quando tudo correr bem, voltarei minha atenção para a robótica. Eu quero fazer uma roupa do Homem de Ferro a seguir!", promete nosso novo Tony Stark da vida real.

Fonte: UOL

comentários

| Rádio Guarujá AM 1550 kHz'); }
Estúdio Ao Vivo