14 de maro de 2018 às 08:02

Ídolos do United e imprensa inglesa detonam Mourinho após eliminação

José Mourinho foi apontado pela mídia inglesa como o maior responsável pela eliminação do Manchester United frente ao Sevilla, terça, dentro do Old Trafford. A equipe espanhola venceu por 2 a 1 e avançou para as quartas da Liga dos Campeões. Sobraram crít

José Mourinho foi apontado pela mídia inglesa como o maior responsável pela eliminação do Manchester United frente ao Sevilla, terça, dentro do Old Trafford. A equipe espanhola venceu por 2 a 1 e avançou para as quartas da Liga dos Campeões. Sobraram críticas ao técnico português. Ídolos do clube inglês, os ex-jogadores Paul Scholes e Rio Ferdinand reforçaram o coro contra Mou.

Ferdinand criticou não apenas o desempenho do Manchester, mas discordou do comentário de Mourinho após o jogo. O português declarou, entre outras coisas, que a derrota "faz parte do futebol".

"Parecia um time com um monte de jogadores estranhos jogando juntos". "Os grandes times não falham e sabem a hora de ter que jogar. [Os grandes clubes] São consistentes", disse o ex-zagueiro do United para a "BT Sport".

Scholes entende que o erro do Manchester começou muito antes da partida. Mourinho falhou na escolha de suas principais estrelas do elenco. O alvo é Alexis  Sánchez, chileno contratado no início do ano junto ao Arsenal.

"Certamente, o treinador viu que o Sánchez não bom o suficiente [para comandar o ataque do United]. Ele precisa escolher alguém melhor e deixar o Sánchez fora".

O United não se modernizou taticamente e segue a cartilha defensiva característica de Mourinho, disse Scholes, à "BT Sport". O primeiro jogo entre as equipes nas oitavas da Champions terminou empatado por 0 a 0.

"É assim que ele [Mourinho] gosta de jogar [no contra-ataque]. Foi difícil ver isso no primeiro duelo. Não há desejo, não há energia, não há velocidade. Isto é inexplicável. Os times vão e tentam. Mas o United não tentou ganhar o jogo longe de casa".

O "Daily Mail" analisou a vitória do Sevilla como merecida em virtude da tentativa do time espanhol em buscar o ataque mesmo fora de casa. Osa gols do Sevilla foram punições ao esquema defensivo de Mourinho, conclui o "Daily Mail".

O jornal "Independent" listou as "cinco coisas que culminaram nessa derrota" do United.

A publicação viu os seguintes erros: Mourinho não sobe armar o time taticamente diante de um rival que tem mais gols sofridos do que marcados na Liga Espanhola; Pogba jogou deslocado pelo lado no meio-campo, interferindo no seu rendimento; Sanchez desapontou novamente; United não soube parar Ben Yedder, autor de dois gols; Joaquin Correa, do Sevilla, fez o que quis no sistema ofensivo do time espanhol.

Um dos principais jornais de Sevilha, o "Diario de Sevilla" exaltou o feito do clube em Old Trafford. O jornal destacou a volta do Sevilla aos oito melhores da Europa, algo que não conseguia havia 60 anos.

"O Sevilla lustrou um dos momentos mais importantes de sua história", bradou o "Diario de Sevilla".

Fonte: UOL

comentários

| Rádio Guarujá AM 1550 kHz'); }
Estúdio Ao Vivo