13 de maro de 2018 às 15:11

'Não me submeto a pressões', diz Cármen Lúcia

De passagem por São Paulo, onde participou de debate promovido pela Folha, Cármen Lúcia foi perseguida pelo tema que monopoliza suas atenções. Perguntou-se à presidente do Supremo Tribunal Federal como ela lida com a pressão para reabrir no plenário da Corte o debate sobre a regra que permitiu a prisão de condenados em segunda instância --caso de Lula.

A resposta veio curta: "Eu não lido. Eu simplesmente não me submeto à pressão." Seguiram-se aplausos.

Uma mulher gritou da plateia uma frase que deixou Cármen Lúcia contrafeita: ''Mostra sua garra, ministra! Lula na cadeia''. A pressão para que o Supremo volte atrás na decisão de permitir o encarceramento a partir da senteção de segundo grau aumentou depois que o STJ, Superior Tribunal de Justiça, negou a Lula um habeas corpus preventivo, deixando-o a um passo da cadeia.

Fonte: UOL

comentários

| Rádio Guarujá AM 1550 kHz'); }
Estúdio Ao Vivo